Enviar Currículo por Redes Sociais é correto?

Quando estamos procurando emprego passamos horas enviando currículo, mas será que enviar currículo por redes sociais é correto? Essa questão aparece muito nos fóruns de pergunta sobre o assunto.

De fato, quando estamos falando de mandar o seu currículo para uma oportunidade de emprego alguns pré-requisitos devem ser seguidos para que a sua experiência ganhe o devido destaque.

Descubra se enviar currículo por redes sociais é uma boa ideia, em quais casos ele é aceito e, além disso, dicas sobre estrutura básica de currículo e muito mais!

Enviar currículo por redes sociais é correto?

Enviar currículo por redes sociais

Vamos direito ao ponto: enviar currículo por redes sociais não é, de fato, uma boa ideia. Isso porque quando há a publicação de uma vaga, o aviso consta para onde você deve direcionar o documento (normalmente e-mail).

Caso você deseje saber se há alguma oportunidade de emprego em determinada empresa (pois às vezes elas não são amplamente divulgadas), procure outras formas como o linkedin ou contate direto o e-mail do RH.

Não encontra nenhum desses contatos e realmente não possui nenhum meio de se comunicar com a empresa além das redes sociais? O recomendado ainda é não enviar currículo por redes sociais.

Mas, então, qual a solução? Nesse último caso a sugestão é que pelas redes sociais você pergunte qual é o meio de contato para você poder enviar o seu currículo devidamente. Provavelmente você terá um e-mail como resposta.

Mas não faça isso antes de se assegurar que não há outras formas de se inscrever ou procurar vagas de emprego. Dessa maneira você estará sendo mais profissional e direcionará o anexo para o contato adequado.

Estrutura básica de currículo

  • Dados pessoais

Nem todos os dados pessoais são relevantes, disponha apenas o seu nome completo, endereço de e-mail, telefone celular e, caso ache necessário, seu endereço fixo.

  • Resumo e objetivo

Faça um breve resumo sobre o seu ramo de atuação e o seu objetivo profissional. Não estenda muito esse tópico, procure deixá-lo com, no máximo, 4 linhas.

  • Experiências

Coloque as experiências no currículo de maneira visualmente simples. Acrescente a empresa, o cargo e o período de trabalho. Logo abaixo, em forma de pontos, liste as principais atividades exercidas.

  • Formação

Acrescente o seu curso de formação, a universidade em que ele foi realizado e o período de estudos. Caso ainda esteja estudando não deixe de acrescentar a previsão de término do curso.

  • Atividades Extracurriculares

As atividades extracurriculares são muito interessantes para aqueles que buscam estágio. Iniciações científicas, projetos, participação em empresas juniores e afins são relevantes.

  • Idiomas

Sempre deixe claro o seu nível de inglês, pois hoje em dia ele é fundamental para qualquer cargo. Designe o nível de escrita, leitura e fala entre: básico, intermediário, avançado ou fluente.

Jovem aprendiz quais são os direitos

Cadastro de currículo em plataformas online

Agora você sabe que não deve enviar currículo por redes sociais e contatar a empresa por mídias sociais a não ser em casos extremos. Agora vamos para nossa última dica: plataformas de emprego online.

Hoje em dia muitas empresas estão deixando os processos seletivos nas mãos de empresas terceirizadas para realizar a etapa de pré-seleção. A maioria dessas empresas é online e não cobra para registrar o seu currículo.

Você receberá constantes oportunidades de emprego de acordo com o seu perfil e com apenas um clique você consegue se candidatar ao cargo. Fácil, não?

Também é possível usar o site apenas como um alerta de vaga e procurar algum contato mais direto da empresa para enviar o seu currículo. No entanto, nada de enviar currículo por redes sociais! Desejamos-te boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *